Investimentos no ensino remoto e capacitações passam de R$ 15 milhões

Há um ano a Rede Estadual de Ensino se preparava para migrar com as tradicionais aulas nas escolas para o ambiente remoto em virtude da pandemia. Em apenas duas semanas de atividades paralisadas surgiu o Aula Paraná e a maioria dos estudantes foi à frente de televisões, computadores e celulares, em uma mudança brusca, que exigiu muito de professores e estudantes. Aos poucos, contudo, a adaptação aconteceu e o próprio ensino a distância evoluiu, com a inclusão de novos formatos de aula, como via Google Meet, o principal atualmente.

Além do esforço de todos os profissionais da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte para seguir com o processo de aprendizagem durante a pandemia, houve investimentos em várias frentes que garantiram os melhores resultados do País. Somente em 2020, foram quase R$ 10 milhões para toda a estrutura necessária, como produção e edição das aulas gravadas, transmissão em três canais na TV aberta, aplicativo para smartphone e parceria com as quatro maiores operadoras de telefonia para acesso gratuito do aplicativo via 3G e 4G. Para esse ano, até o momento, a Secretaria tem contratos vigentes de cerca de R$ 3 milhões para a manutenção desse sistema multiplataforma.

Leia mais em: http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=111602&tit=Investimentos-no-ensino-remoto-e-capacitacoes-passam-de-R-15-milhoes